diminuir custos dos hospitais

Desperdícios nos hospitais aumenta o custo da assistência médica

Postado em |

Em 2020, os hospitais privados foram financeiramente impactados pela pandemia da Covid-19. No entanto, aumentar a eficiência na gestão de suprimentos pode ajuda na recuperação financeira do hospital.

De acordo com o estudo publicado pela Guidehouse, os hospitais gastam 25,7 milhões de dólares com suprimentos por ano. O estudo concluiu que 12,1 milhões de dólares poderiam ser economizados – estudo feito em 2.127 hospitais nos Estados Unidos.

Segundo dados da Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp), de 2019 para 2020 houve um aumento de 6,2% na receita líquida e um aumento de 19,7% na despesa total (média dos hospitais Anahp).

Os hospitais têm o desafio de diminuir os custos durante a pandemia

Durante a crise da Covid-19, o setor privado precisou aumentar a eficiência e diminuir custos. O custo com suprimentos pode ser reduzido ao reutilizar os materiais médico-hospitalares. O reprocessamento de materiais para a saúde é um forte aliado dos hospitais na economia de custos.

Como ajudamos os hospitais na redução de custos

Possuímos uma unidade de esterilização externa de produtos termossensíveis. Sem o reprocessamento esses materiais seriam descartados, mas após reprocessados, podem ser reutilizados com total segurança pelo hospital.

Reprocessamento é o principal aliado na redução de custos

A estimativa para o mercado de reprocessamento é de crescimento, segundo o estudo publicado no Grand View Research, o mercado mundial de dispositivos médicos reprocessados deve alcançar US$ 5 bilhões até 2022.

O hospital pode reduzir o seu custo ao reutilizar os artigos médicos. Ao reprocessarmos um artigo médico que seria descartado, ajudamos o hospital a minimizar o desperdício e a gerar uma economia com suprimentos. Os hospitais, pacientes e o meio ambiente são beneficiados com a prática do reprocessamento.