Quais os equipamentos utilizados na CME?

Postado em |

Uma CME de alto nível impacta o hospital como um todo, pois aumenta a capacidade cirúrgica, otimiza o arsenal de materiais e promove segurança aos pacientes e médicos. Por ser uma área extremamente regulamentada com resoluções da Anvisa que versam sobre detalhes da estrutura física, é essencial que o hospital respeite as normas vigentes e que os equipamentos utilizados na Central sejam tecnológicos e de qualidade.

No presente artigo trataremos dos equipamentos utilizados nessa área tão importante. Para isso vamos abordar os seguintes temas:

  • Quais são as classificações da CME?
  • Quais os equipamentos utilizados na CME?
  • A CME é composta por quais áreas?
  • CME Bioxxi: a melhor escolha para o seu hospital

Quais são as classificações da CME?

Conforme a RDC15, as CMEs são classificadas em CME Classe I e CME Classe II. A CME Classe I é aquela que realiza o processamento de produtos para a saúde não-críticos, semicríticos e críticos de conformação não complexa, passíveis de processamento. Já a CME Classe II é aquela que realiza o processamento de produtos para a saúde não-críticos, semicríticos e críticos de conformação complexa e não complexa, passíveis de processamento.

Quais os equipamentos utilizados na CME?

A CME conta com equipamentos como autoclaves; lavadoras; desinfectadoras; pias; balcões e dispositivos para limpeza e secagem. Esses equipamentos são usados de acordo com a necessidade nas áreas devidas. 

O setor da CME é composto por diferentes áreas, separadas por barreiras físicas.

A CME é composta por quais áreas?

A CME é composta por cinco áreas, sendo elas: área contaminada (também chamada de expurgo ou área suja), área de preparo, área de esterilização, área de armazenamento e área de dispensação.

1- Área Contaminada (limpeza)

É a área destinada ao recebimento, conferencia e limpeza de material pré-lavado do centro cirúrgico, consultórios  e ambulatórios ou seja, proveniente de todas as unidades do hospital e onde é efetuada a limpeza do material. Aqui utiliza-se: a lupa, ar comprimido, termodesinfectora, Steamer e outros equipamentos mecânicos que facilitam a limpeza dos PPS.

2- Área de Preparo

É a área onde os materiais são novamente inspecionados, preparados, empacotados e identificados para posterior esterilização e onde se prepara todo o material de consumo. Aqui utiliza-se: o ar comprimido, gabinetes de secagem entre outros.

3- Área de Esterilização

É a área em que se esterilizam os materiais. Aqui utiliza-se autoclaves de vapor saturado, esterilizador a peroxido de hidrogênio, incubadora de indicadores biológicos entre outros.

4- Área de Armazenamento

É um local de grande importância, pois nele fica estocado todo o material esterilizado a ser distribuído para as unidades do hospital.

5- Área de Dispensação

É a área onde se processa a distribuição do material estéril. 

CME Bioxxi: a melhor escolha para o seu hospital

A Bioxxi desenvolveu um método de gestão de CME que une tecnologia, gestão de processos e controle de qualidade. O método Bioxxi implementa na CME do hospital o mais alto padrão de excelência, capaz de transformar custos em rentabilidade, com segurança. 

Uma CME de excelência aumenta a capacidade cirúrgica do hospital, otimiza o arsenal de materiais e entrega uma experiência melhor e mais segura tanto para os pacientes quanto para os médicos.

Com a economia gerada pela Bioxxi, o hospital pode investir mais no seu objetivo maior, que é o cuidado com o paciente.

Aliado a novas tecnologias, nosso objetivo é oferecer soluções no que diz respeito aos métodos de esterilização e equipamentos modernos que otimizam o tempo e mantêm a qualidade.

Preencha o formulário e tire suas dúvidas sobre a CME Bioxxi com um de nossos especialistas!